Grande Sertão: Veredas – Tesouro e desafio

Home/Sem categoria/Grande Sertão: Veredas – Tesouro e desafio

Grande Sertão: Veredas – Tesouro e desafio

Por Maria José Vidigal

Pode ser que  à primeira vista você ache que não vai conseguir ler este  livro do mineiro  João Guimarães Rosa.   São tantas palavras estranhas, muitas delas inventadas , um jeito tão diferente de escrever, que  a gente mal consegue acreditar que o autor fala  de Minas Gerais.

 Mas aos poucos  você se acostuma com essa linguagem estranha e   passa a sentir   prazer à medida em que  vai conhecendo Riobaldo e  a sua saga pelo sertão das gerais, o bando de jagunços, o amor de Riobaldo por Diadorim.

Além de contar  suas histórias, Riobaldo  muitas vezes reflete sobre  suas experiências, sobre  a vida,  o amor, a guerra e  muitos outros temas.

  “Todo caminho da gente é resvaloso. Mas, também, cair não prejudica demais – a gente levanta, a gente sobe, a gente volta!” ,

 Único livro brasileiro incluído na lista dos “Cem melhores livros de todos os tempos”, Grande Sertão – Veredas foi publicado em 1956, traduzido em várias línguas e foi mini-série da Globo. Teve edição especial  comemorativa  de 50 anos, em 2006, pela Editora  Nova Fronteira  e versão em quadrinhos.

2018-12-21T11:57:53+00:00